Direct.One cresce com investimentos em Inteligência Artificial na entrega de comunicações multicanal

A empresa, que em 2017 passou a processar documentos via Blockchain,  tem previsão de aumento de 250% das comunicações transacionais, sendo que 10% serão entregues por Chatbots.

A Direct.One, empresa que viabiliza a transformação digital para envio de mensagens e documentos transacionais entre corporações e seus clientes, anuncia crescimento médio composto anual (CAGR) de 50% em relação aos últimos 3 anos. A expansão se deu, principalmente, em função do aumento da base de clientes, com mais de 10 novas grandes empresas, que irão gerar um maior faturamento recorrente para 2017. Dentre elas estão corporações como Via Varejo, com as marcas Casas Bahia e Pontofrio; as filiadas Youse e Previsul da Caixa Seguradora; Zurich Seguros agregado ao projeto da Via Varejo; Sancor Seguros, a maior seguradora da Argentina; Axa Seguros, maior seguradora do mundo com rápida expansão no Brasil; bem como Divicom - Clube de Saúde entre outras.

Segundo Fernando Wosniak Steler, fundador e CEO da Direct.One, o avanço de tecnologias, como o uso de Inteligência Artificial tem dado um poder inigualável para as corporações, ao permitir formas eficientes de interação multicanal com grandes bases de clientes. "A solução SaaS Direct.One está ganhando relevância nas grandes corporações por simplificar o processo de geração, entrega e análise de comunicações transacionais, tanto digitais como impressas, tudo integrado em uma única plataforma web. Com a adoção de Machine Learning na geração e entrega diária de documentos e comunicações transacionais, passamos a treinar os dados e entender como trazer lucratividade aos nossos clientes. Podemos saber, por exemplo, qual a melhor hora de disparar um e-mail ou SMS com um boleto para pagamento, ou também, qual a probabilidade de um determinado cliente não renovar seu contrato para assim automatizar a próxima ação", destaca Steler.

Por atuar 100% no modelo de Software as a Service, as receitas recorrentes da companhia somaram a maior parte do faturamento de 2016, totalizando 78% das receitas, e para 2017, a empresa espera fazer 85% de receita recorrente. "Nosso modelo SaaS, baseado em microsserviços rodando em nuvem híbrida, facilita muito a adoção segura da plataforma Direct.One, pois os clientes não precisam gastar altos valores com licenças e infraestrutura, e também não perdem tempo nas implantações, como é o caso do antigo modelo on-premises. Com nosso SaaS no Azure, a plataforma de nuvem da Microsoft, integrado por rota expressa com nosso sistema privado rodando em Nutanix na Equinix, oferecemos as vantagens da escalabilidade, rapidez de implantação e a baixa dependência de novos desenvolvimentos. Além disso, novas funcionalidades são lançadas todos os trimestres e ficam disponíveis para a base de clientes usar, como a recente integração dos canais de E-mail, SMS e Impressão com Bots do Facebook Messenger", complementa Steler.

Em 2016, foram mais de 100 mil horas de processamento que geraram 120 milhões de documentos transacionais, como boletos, faturas, apólices, certificados, extratos, comunicados etc. Com os novos contratos, a empresa espera mais que dobrar a quantidade de documentos e comunicações que serão processadas em 2017.

Entre 2015 e 2016 a Direct.One investiu R$ 10 milhões, divididos no desenvolvimento dos módulos de CCM as a Service - Customer Communications Management na nuvem, Transpromo Multicanal - para gestão inteligente de anúncios personalizados nos espaços em branco dos documentos, e na criação de uma área focada em Inteligência Artificial, que integrou Machine Learning com uso de Data Lake e Hadoop na plataforma da Microsoft Azure.

"O que mais chamou nossa atenção foi o potencial de crescimento da Direct One, pela capacidade que ela tem de reduzir os custos das comunicações multicanal do cliente e de aumentar a rentabilidade por meio da inteligência de dados. Hoje, a empresa está transformando o setor em que atua, gerando empregos e, mais do que isso, inspirando outros empreendedores a sonharem maior. É por isso que o Fernando Steler, fundador da Direct One, é um empreendedor apoiado pela Endeavor desde 2015", comenta Luiz Guilherme Manzano, diretor de Apoio a Empreendedores da Endeavor.

“Desde a fundação, em 2012, a Direct.One contou com o apoio do BizSpark, programa da Microsoft que oferece aceso gratuito à plataforma de nuvem Azure para startups, para processar os milhões de documentos dos clientes em poucas horas, com a escalabilidade e elasticidade necessária. Mesmo após cumprir seu ciclo no BizSpark, a Direct.One não só continua rodando a solução no Azure para atender qualquer cliente, em qualquer lugar, como iniciou novos projetos envolvendo o Azure Machine Learning”, diz Roberto Prado, diretor da divisão de Plataforma da Nuvem da Microsoft Brasil.

A empresa evoluiu também a sua infraestrutura de processamento de documentos com a aquisição de dois equipamentos Nutanix, baseados em hiper-convergência de nuvem privada, conquistando uma das maiores capacidades para geração de documentos em containers do Brasil.

No último trimestre de 2016, a solução SaaS Direct.One recebeu novas funcionalidades, como: criação de audiências customizadas em tempo real, automação de fluxo para comunicação multicanal, histórico de interações multicanal com visão única de clientes, integração das campanhas com Bots do Facebook Messenger e comprovação jurídica na entrega de E-mail e SMS, utilizando Assinatura Digital e Carimbo do Tempo de acordo com as legislações vigentes.

Em 2017, a empresa investirá mais R$ 4 milhões apenas em novas funcionalidades, específicas para a realidade das grandes empresas brasileiras, como por exemplo, adequação às regras regulatórias de entidades como SUSEP, ANS, BACEN etc.

Nesse ano, o foco da Direct.One será continuar investindo em Inteligência Artificial, Chat Bots e Blockchain. A companhia acredita que estas tecnologias em conjunto vão romper com os sistemas estabelecidos para geração, entrega e análise de documentos transacionais e que, em um futuro próximo, facilmente substituirão os softwares de CCM atuais, já considerados legados pela empresa.

“Nossa expectativa é de que 100% dos 300 milhões de documentos projetados para serem entregues em 2017 sejam validados via Blockchain Ethereum e 10% sejam enviados por meio de Chatbots. No ano passado, a Direct.One registrou um volume total de 120 milhões de documentos processados e o e-mail foi o principal canal, responsável por um terço desse volume. Nossa meta é processar e entregar 1 bilhão de documentos em 5 anos.”, finaliza Steler

Sobre a Direct.One:

A Direct.One viabiliza o processo de transformação digital para envio de mensagens e documentos transacionais entre corporações e seus clientes, simplificando a geração, entrega e análise de comunicações multicanal, tanto digitais quanto impressas.

A plataforma em nuvem da Direct.One funciona como um orquestrador de comunicações multicanal e CCM as a Service (formatação e processamento de documentos na nuvem), que utiliza Inteligência Artificial para personalização das comunicações com clientes.

Fundada em 2012, tem em seu portfólio de clientes as maiores empresas nos mercados de seguro, saúde, financeiro, varejo e telecomunicações. Importantes instituições nacionais e internacionais reconheceram a qualidade das soluções da Direct.One com mais de 16 prêmios conquistados, como: Ciab FEBRABAN, DMA Echo, Amauta, ABEMD, ADVB, Correios e CNseg. Também foi reconhecida pela revista americana CIO Review como uma das 100 empresas mais promissoras em Big Data de 2016 e foi selecionada pela Endeavor Global em 2015.

Direct OneComment